Meu Canto

14 Dezembro 2016

A cartinha do Papai Noel, uma ação social que faz bem para quem faz o bem

A cartinha do Papai Noel, uma ação social que faz bem para quem faz o bem

O Natal é daqui a pouco.
A data desperta a solidariedade de muita gente. Esse gesto pode vir de várias formas, como adotar uma cartinha da tradicional campanha "Papai Noel dos Correios", por exemplo.

A campanha é realizada há mais de 20 anos e é considerada uma das maiores ações sociais natalinas do Brasil. O principal objetivo é o envio de carta-resposta às crianças que escrevem ao Papai Noel. Além de estimular a redação de cartas manuscritas pelas crianças, a campanha incentiva a solidariedade.

Nos últimos três anos, em todo o país, foram recebidas quase 3 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel. 80% das correspondências foram adotadas por padrinhos que abraçaram a causa.

Desde 2010, a campanha inclui, além das cartas das crianças que escrevem diretamente ao Papai Noel, as cartas de crianças das escolas da rede pública de ensino (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos.

A ação também busca incentivar e desenvolver nas crianças, a habilidade da redação de carta, de como endereçar, o uso do CEP (Código de Endereçamento Postal) e do selo postal. Essas ações são trabalhadas nas escolas, visto que um dos problemas recorrentes em anos anteriores era a impossibilidade de seleção /adoção da carta, em razão de endereços incorretos, ausentes ou ilegíveis. De acordo com os correios, incentivar crianças a trabalharem o poder da comunicação por meio da redação de cartas ao Papai Noel significa estimulá-las a aprender, com o resgate do prazer em escrever.

As cartas enviadas pelas escolas e instituições são lidas e selecionadas. Os Correios selecionam apenas uma carta por criança. Nela, a criança deve relatar sua história e fazer o pedido de brinquedos, material escolar, roupas, calçados ou bicicletas. As correspondências são disponibilizadas em locais indicados pelos Correios. Os presentes também devem ser entregues pelos padrinhos apenas nos pontos divulgados pela agência, que se responsabilizará pela entrega.

Aqui na Congesa também temos a nossa campanha de fim de ano. Aqui arrecadamos roupas, brinquedos, bolsas, sapatos – novos ou usados em bom estado – e também alimentos e doamos a famílias que precisam. Não ajudamos apenas crianças, mas adultos também. Se você se entusiasmar por isso, venha até nosso escritório e deixe sua doação, ficaremos muito, mas muito feliz por você, junto conosco, ajudar as crianças e adultos carentes a terem um final de ano mais digno.